Translate

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

VIDA DEPOIS DA VIDA?

     Seria comum demais, diante de tanto mistério que envolve a vida, nascermos apenas para viver o que nossa inteligência nos permite acreditar. Pelo menos a origem de todo universo já é absurda o suficiente para complicar o raciocínio de qualquer gênio. Onde começa o mundo?

     Então, vem o incomensurável infinito e complica mais ainda. Você em um foguete indo reto para o sempre. Os anos e as estrelas passando e nada de um ponto final. E o sol. O que significa aquilo? A vida na Terra. Só na Terra? Por quê? Os planetas girando milimetricamente. Onde acaba o universo?

     É incrível como a natureza compreende em um sistema tão perfeito. As marés. Os dias e as noites. As estações do ano. As fases da lua. O clima. Quem colocou o Planeta Terra no eixo exato? Tem de ser mais que gênio para criar um ser humano com seus sentidos, seus membros e órgãos. Sua lógica física perfeita vivendo sob uma cadeia alimentar muito bem pensada em seus incontáveis níveis. É impressionante como tudo se encaixa no processo de existência.
     Quando eu era pequeno, chegava em um velório e ficava observando o morto. Minha mãe preocupava-se com certa morbidez. Mas eu ficava ali diante daquele corpo frio, estático e enrijecido, tentando entender a diferença entre a vida e a morte naquela pessoa. Para onde iam os sentidos dela? Até que um dia me falaram em alma. Foi então que a minha curiosidade sobre a trajetória dos espíritos despertou.
     Eu tinha 11 anos quando minha sobrinha nasceu. Linda, perfeita, com os traços finos de nossa descendência espanhola. Começou a falar com 11 meses. Até então, tudo dentro dos conformes, se as suas primeiras palavras não fossem em alemão. Quando a colocávamos, sempre contrariada, no carrinho, ela gritava “Nein, nein, nein!!!” – Não, em Alemão – Se estava com fome e lhe era oferecida sua papinha preferida, ela dizia feliz – Ja, ja, ja! – Sim, em alemão – Inclusive gravei sua nata aptidão para tal língua uma vez que não existia, em nossa família, qualquer resquício de descendentes alemães. Impossível não passar a acreditar em reencarnação diante de uma experiência vivenciada por si mesmo.

     Depois de questionar a existência do mundo, dos seres humanos e o funcionamento do universo e da natureza, voltei meus sentidos para o que poderia ser a mais assustadora das lógicas... a minha própria existência. Minhas qualidades e meus defeitos. Minhas relações com familiares, amigos e mulheres. Minhas limitações e meus talentos. Meus traumas e minhas conquistas. Tudo obra do acaso? Ou conseqüência de uma inteligência que nossa consciência não compreende? Foi assim que deixei de acreditar em um Deus barbudo que fica lá no céu tomando decisões. E passei a ver o poder divino apenas como um adjetivo: a inteligência que nós humanos não podemos alcançar.

     Não perco mais tempo com o que está além do entendimento dos homens. Hoje apenas sinto, pois, aprendi que a vida vai muito além de um simples conceito. É o palco da evolução. Apenas uma parte de um grande e divino todo, onde a irresponsabilidade, o egoísmo e a incompreensão rebatem na lei da ação e reação e nos atiram no chão como perdedores. Por isso cuido de tudo que veio de Deus: A natureza, os seres humanos e de minha própria vida. Agora sei que estou aqui para resolver questões antigas com meus familiares, para resgatar dívidas com meus amigos e com o mundo. E estou trabalhando para isso. É difícil para caramba, principalmente, quando se trata de vencer meus próprios defeitos. Mas todo dia respiro este pensamento superior e tento me tornar um ser melhor, porque isso só me trará benefícios nesta vida e nas próximas. Até porque estou bem longe de ser o santo que vai resolver tudo somente nessa existência.

     De qualquer forma, tenho certeza de que, quando eu chegar ao Nosso Lar*, Deus vai me dar um tapinha nas costas e dizer: “Bom trabalho meu filho Luciano... mas depois a gente vai ter uma conversinha...”

     “Bendito” livre arbítrio!

16 comentários:

Semíramis Alencar disse...

Oi, Luciano

Mais uma daquelas pérolas que seu talento e seu coração bondoso cultiva. Lindo texto, sem dúvida.
De fato ainda somos poeira cósmica, se nos compararmos aos nossos irmãos em outros planos. Nosso mundo (como entendemos essa bola complexa, composta de inúmeros àtomos de carbono, oxigênio e hidrogênio) ainda é um simples pensamento de Deus, um planeta de provas e expiações. Assim sendo, nosso dever é fazer o melhor possível pra ver se a gente consegue passar de ano nessa escola e, nos formando, estudarmos em escolas melhores, em niveis mais adiantados de consciência. Nada mal!
Como o universo não acaba mesmo, está sempre "aumentando a capacidade de armazenamento" podemos nos alegrar pois a vida na Terra é tão somente uma etapa passageira como já aconteceu em tantas vidas e tantos mundos
Enfim, de pensar que todas as minúcias desse sistema solar tão belo, o movimento das marés, as auroras boreais, os dias e as noites, as estações do ano e suas caracterísitcas, tudo o que nos cerca pode representar apenas uma rápida passagem de nossas vidas... devemos fazer dela o nosso melhor, vivenciar cada momento único, valorizar o amor, as amizades, a família, sempre com o olhar voltado á vida verdadeira, pois caso contrário quando chegar nossa hora, nosso mentor espiritual pode chegar com todo carinho e nos comunicar - "é gente, infelizmente vocês terão que passar mais uma encarnação por lá".
Brincadeirinha viu, moço!
Bons meninos não passam pelo umbral
Beijos da amiga
Se

Luciano Cazz disse...

Valeu Se!!!
Me amarro em teus comentários pq vc sempre me faz pensar e qualificar meus esquemas de pensamento. Aprendo muito com o que eu escrevo por que meus textos não acabam no ponto final. Eles continuam em idéias na minha mente que se modificam conforme posts inteligentes como os teus. Confesso que também curto muito quando as pessoas discordam pq elas abrem o pressuposto para uma nova realidade dentro da minha cabeça que talvez ainda não tenha sido explorada.
Valeu mesmo! Mas só pra te não criar falsas expectativas... eu devo dar uma passadinha no umbral quando subir...rs Rapidinha, mas faze o quê? rs
bjo gde

Bruno Seixas disse...

Muito bom o seu texto Lu! Que bom que você está entrando em contato com a sua espiritualidade dessa maneira, trabalhando esse lado. Parabens pelo filme, tô doido pra ver!!!
bjao!

Luciano Cazz disse...

É cara to muito feliz. Ta sendo muito bom pra mim e até pras pessoas que convivem comigo!
valeu por tua opinião ela me é mto rica.
E não deixa de ver o filme!
abração

bauhausculturaemusica.com disse...

Lucianno
eu tenho as minhas duvidas como qualquer outro cara. Mas a parada é a seguinte quanto a sua pequena sobrinha, você devia procurar alguém porque acredito eu que não seje encaranação e sim tão simplismente o balbuciar de uma criança comum. é isso aí abraço.

Semíramis disse...

Só vc amigo? a gente ainda vai bater bons papos umbralinos hahaha!!! Ainda tenho muito que aprender!!
Adoro argumentar dentro de sua linha de pensamento, você é uma pessoa inteligente, objetiva e que se expressa bem, além de ter um coração de ouro. Por isso mesmo, para mim é sempre um prazer tecer esses paralelos contigo!
Beijo
Se

Luciano Cazz disse...

Bom Se, eu só vou saber mesmo depois q desencarnar...rs mas espero q vá no máximo direto pras salas de retificação... rs

Bauhaus... seriam baubuciares bem elaborados em alemão né? rs além do mais ela se agitava toda quando via uma pessoa loira de verdade. Não tenho dúvida! obrigado por dividir sua opinião comigo.

Filosofia disse...

Caminhos de Evolução e Níveis de Consciência...

A alma dorme na pedra, sonha no vegetal, agita-se no animal e acorda no homem. Volita nas asas da Inteligência e moral quando assim as almas se depuram ao infinito do Cosmos. A Terra é um Planeta na categoria dos Mundos de Provas e Expiações a Caminho de Planeta de Regeneração.
Aqui vivem Almas em vários Níveis de Consciências e Conscientização... Mas é um mundo material como uma escola de aperfeiçoamento. Hospital nas provas regenerativas de consciências ainda em evolução. Somos Espíritos plasmados pela inteligência divina que na medida do amadurecimento psicológico vamos ganhando Espaço-Luz e assim ampliando a mentalidade de proporções e dimenções do que já fomos e no que estamos nos tranformando. Metamorfoses espirituais como as borboletas que abandonam o casulo e voam no espaço sem fim. Vive-se na matéria em experiências quantas forem necessárias para esse mister... ( Nascer, viver, morrer, renascer ainda e progredir sempre, tal é a lei... Allan Kardec... ) O Problema é que se vive... Mas no retorno ao mundo Espiritual e nos depararmos com a realidade transcendente e refletir sobre de que maneira nós conduzimos essa passagem pela Terra e como muitas vezes fomos alertados pela espiritualidade amiga nessa jornada. É que são caminhos melhores de se percorrer... Cada um de nós é semeador de si mesmo ( Livre Arbítrio ) e colhedor compulsório dessa semeadura...
Que saibamos plantar boas sementes no solo de nossa almas e evoluir em luz o mais rápido possível sem sofrimentos valorizando o que é bom, belo e amoroso em nós nas pessoas que nos cercam e no universo de que fazemos parte. ( Vós sois Deuses... podeis fazer tudo o que EU faço e muito mais se quiserdes... Jesus ) É só nos conscientizarmos disso e começar em criar em nós mesmos no cosmo íntimo (Pensamentos, sentimentos e ações...) Pela Eternidade... Já pensou nisso Luciano...??? Rs... Sempre em gratidão...Muita Luz... Mille Bacci...

***

Anônimo disse...

Luciano,
to muito orgulhosa de ti!
Cada vez mais vejo que vc realmente é um cara impar!
Adorei seu texto. É para pensar e refletir na vida... Da vida eu sei que temos a lei de causa e efeito. como eu nao sei. mais eu vejo isso o tempo todo. Pratiquemos o bem e receberemos o mesmo. Nem sempre vc recebe o bem d volta... mas a conciência tranquila de que pelo menos vc fez ou faz sua parte.
Desejo cada vez mais sucesso, muita luz, muita saúde, muito outros filmes,muita energia boa, amor verdadeiro!! Tudo de bom meu anjo!
Beijão, Paulinha Gouvea

carlapompilio disse...

Muito bom, querido!
Saudades de vc...
Sucesso!

Adriano Caye disse...

Legal Luciano, a vida é realmente uma experiência que devemos aproveitar muito para evoluir. Assim, quando nos encontrarmos com Deus, poderemos quem sabe fazer uma boa prestação de contas!
Abraço

Marcia Maria disse...

Oi Luciano, adorei o texto. Acredito plenamente que o amanhã sempre será fruto do hoje. É assim que é. Mais importante que isso, quando fazemos alguma coisa de coração, quando servimos ao outro, quem ganha somos nós. É uma sensação que não tem igual. É claro que não devemos viver pra esperar alguma coisa em troca, mas a natureza conspira... Basta aprender a conhecer os sinais. Deus é amor, é fraternidade e é um Deus de misericórdia.
Enfim, temos que crescer, superar, nos fortalecer, justificar esta existência. Não podermos é ser tolos a ponto de perder esta chance, esta existencia...
Bjs e trate de ser e de fazer muitas pessoas felizes!!

Longalex disse...

Olá Luciano, a caracterização do Umbralino está incrível !!!
Visitei o blog e gostei muito do texto.Com certeza apóio o livre arbítrio e acredito na reformulação íntima. Constantemente olho pra dentro e reconheço as minhas falhas e virtudes, acho que uma só vida é muito pouco para o tanto que temos que ser e aprender. Acredito profundamente no bem e na força do amor, não é fácil viver assim, porém até que haja dor, haverá o efeito da vida que tudo sabe e ensina.
Grande abraço e parabéns por sua humanidade, espiritualidade e sua arte !!!
Alexandre Longo.
Músico Tenor e estudante de Artes Dramáticas

Luciano Cazz disse...

Queridos! Muito Obrigado pelos ricos comentários. Me fazem crescer!
Gratidão imensa!

laisejay disse...

Luciano, descobri vc e seu blog através da página oficial do filme "Nosso Lar". Amei!!! De cara, coloquei no meu facebook, para dividir com os meus amigos as suas palavras tão sábias e claras sobre a vida após a morte.
Estou ansiosa para ver o filme mas não moro no Brasil. Em outubro, no Congresso em Valencia, estarei, junto com o meu marido, na primeira fila...
Obrigada, que Deus te abençoe sempre!

Laise jay

Luciano Cazz disse...

Obrigado a você Laise por esse carinho e pla divulgação. É isso ae! Todos juntos no exército da paz.
Volte sempre!
gde bjo