Translate

segunda-feira, 7 de junho de 2010

DIA DOS NAMORADOS APAIXONADOS

Não adianta, não tem quem viva sem uma casa.
Um lar para voltar, para se proteger dos vendavais da vida. Um canto, um aconchego.
Tem lugar melhor em um dia chuvoso de inverno?
A cama quentinha do edredom, chocolate quente e um filme no DVD. É o paraíso dos dias tempestivos.

E quando o dia é cansativo?
Deu tudo errado: carro estragou, a promoção não saiu, o banco fechou, a bolsa caiu e um ladrão te roubou. O Sol começa a se pôr e tudo que você quer é seu... lar, doce lar.
Tomar um banho quente, abrir uma garrafa de vinho com sua trilha musical preferida e esquecer quaisquer convites que não sejam da sua mesa à luz de velas.

Nosso lar é nosso porto. Nosso ponto de encontro com pessoas especiais, porque a gente só leva para dentro de casa quem a gente estima. É também um marco...
Em qual casa morava quando ganhou o primeiro cachorro? E quando seu irmão nasceu? Quando deu o primeiro beijo? Quando aprendeu a dirigir? E quando a seleção brasileira foi pentacampeã?
E se a sua varanda falasse? Seria a maior curtição.
E se o seu sofá falasse? Tudo bem, desde que seus pais não pudessem ouvir...

Nossa casa é dona das melhores lembranças. Palco de muitos momentos especiais. É nossa referência de vida. Guarda segredos, superações e desavenças sim, mas também reencontros, perdões, laços de afeto e... saudades, muitas saudades.

É por isso que precisamos de perspicácia ao escolher uma.
Tem aquelas que aparentam ser ótimas e lindas, mas quando passamos a conviver, descobrimos problemas elétricos, vazamentos, vizinhos insolentes, entre outras surpresas.
Ou aquelas já usadas e antigas, mas que são resistentes, construídas com qualidade em um terreno firme, além de terem uma poltrona amaciada pelo tempo e o teto alto que faz sobrar ar para muitos suspiros e sussurros.

Cada um tem sua casa-metade. Aquela que supera suas condições, necessidades e desejos. Às vezes demora a aparecer. Pode ser uma conquista árdua ou simplesmente um arremate do destino, como vencer na loteria.
Você está apressado caminhando na rua, levanta os olhos e dá de cara com o anúncio da casa da sua vida. Apaixona-se à primeira vista.

Algumas pessoas moram no mesmo lugar a vida toda, outras trocam de referências toda hora, sem estabelecer um porto certo, revigorante de almas. Há também aqueles que, depois de anos vivendo na mesma casa, resolvem trocar por uma mais nova. Claro que esses felizardos possuem uma conta generosa no banco.
Entretanto, outras pessoas não trocam a antiga por nada nesse mundo. São apegadas à localização, à vizinhança, às manias, aos defeitos, às recordações, às experiências adquiridas ali em tantos anos vividos e, principalmente, apegados a um porto-seguro conquistado com amor. Valor que o dinheiro nunca vai comprar.

Compaixão para com os sem-teto, vitimados pela vida - ou por si mesmos - pois, digo seguro da minha certeza... “Nada como a nossa... (na)morada”.

18 comentários:

Anônimo disse...

Além de talentoso, lindoooo, consegue ser um cronista fantástico!
Sou suspeita... Mas....heheheh

Parabéns Lu!
Quero mais heim... bjossss Natasha

Ricardo disse...

Lu, muito legal o texto como sempre. Inteligente, sensível e engraçado assim como vc cara.
Tens razão, antes de namorar precisamos fazer uma avaliação a longo prazo pra ver em que buraco estamos nos metendo... rs

Abração

Anônimo disse...

Sendo um tremendo de um solteirão por opção (opção delas) digo:

"Que venha o meu amor
Que eu compre minha morada
Que raie um novo dia
Aguardo minha namorada"

Parabéns Luciano, adoro ler-te.
Abraços,
Dudu

PAULA disse...

LU,AMEI A CRONICA.NA MEDIDA QUE FUI LENDO FUI ME LEMBRANDO DE COISAS QUE PASSOU E DE QUE EU ADQUIRI AO LONGO DO TEMPO...AMIGOS ,CASA , MINHA FILHA E MEU MARIDO, VC COMO SEMPRE SURPREENDENTE E COMOVENTE
GRANDE BEIJO, SUCESSSO
MEU AMIGO DO PEITO
PAULA DE ABREU

Pillar disse...

Lu, amei o que vc escreveu. Lembro que uma vez disse a vc que seus textos me faziam muito bem. Sabe, vou repetir,nesse momento da minha vida, esse texto sinceramente me caiu como uma luva.
Eu só posso agradecer por vc conseguir muitas vezes expressar por mim aquilo que na hora da confusao da nossa vida, nao conseguimos por nós mesmos. É como se vc estivesse de fora sempre me dando bons conselhos e na hora certa.
Te considero sempre um grande amigo.
Sou sua fã e quero trabalhar mais com vc. Chega dessa distancia né?
Ainda bem que através de textos como esse, e de outros meios, sempre nos reaproximamos.

Obrigada Lu,
vc é muito inteligente,sensivel,amigo e especial.
Te adoro.
Mil beijos da Pi.

Filosofia disse...

LAR ... LUGAR ONDE MORAMOS DE ALMAS E CORAÇÕES...

Na Jornada da Existência...
É de vital importância nos sentirmos seguros e confortáveis em nossas casas...
Mas muitos ressaltam ( O Bem - Imobiliário ) em localização, conforto, luxo decorativo " Obras de Artes " etc... Muito poucos valorizam o Lar onde se vive. A família, os amigos, lembranças dos bons momentos como também as dificuldades da convivência. Os sentimentos partilhados dos afetos mais arraigados ( Um Bem Maior ) E mesmo quando as vicissitudes da vida nos faz vivermos em uma menor quantidade de gente ou mesmo a sós. O Lar é fluxo de Amor e Vida onde temos o prazer de viver. Ali estão nossos sonhos, ideais as nossas impressões digitais da Alma.O MOMENTUM só nosso, então nos apaixonamos por tudo o que nos pertence. Porém transitório. Mas, o mais importante é um único lugar do qual jamais iremos nos apartar. É o LAR DA MENTE E DO CORAÇÃO intrasferível, iremos com eles para qualquer lugar onde estivermos na matéria ou além dela... O Cosmo íntimo que se bem trabalhado é a melhor LAR DO UNIVERSO... - Luciano... Amigo e Irmão de Caminhada... Mille Bacci...

Ana Paula disse...

Oi Lu, Passando para conhecer seu belo e interessante espaço e desejar uma linda semaninha e muita paz em seu lar,.
Parabéns pelo texto, estarei acompanhando..sempre !
Bjo Ana Flores

Robson Brito disse...

Luciano, meu eterno diretor.
Dentro de ti há uma luz, que transparece quando atua, e reluz quando escreve.
Muito show sua crônica. Deu saudade de casa!
Quando puder, me mande um email com seu novo endereço, para eu enviar meu livro.

Abraços

Fê Bagatini disse...

Adorei, Lú! Lindo o texto! Meus parabéns! Cada vez mais criativo. Sucesso! Bjão. Fernanda Bagatini

Drezza disse...

adorei!!!demais mesmo!!vou indicar sua pagina p outras pessoas para divulgar suas crônicas...
Parabéns!!
Bjs Andrezza Lima
Mao-Amazonas

Patrícia Tavares disse...

Que talento em,linda e muito interessante sua crônica Parabéns gostei !

Anônimo disse...

mto bom
parabens pelo seu talento

Lauriene disse...

Nossa, você " se supera "; dá vontade de ler, e ler, e ler... Uma verdadeira viagem.
Parabéns por mais um sucesso, amei de verdade !
Bjs no coração.

Lau

Semíramis Alencar disse...

Lar, onde plantamos nosso coração.
Onde estão nossos sonhos, ainda que acordados estejamos, o lar é nosso pendão.
Lar é onde a paz reina absoluta
onde esquecemos a amargura
onde renasce a brandura
Lar é onde refletimos
que de tudo o que nos nutrimos
é preciso amor para dividimos o pão
e o amor e seara àrdua
só o descobrimos
quando acaba a paixão

Amigo, só tu pra me inspirar
Continue assim com essa forma cativante de abrir os corações, elevar as mentes e abrir os paladares! hahahah
Beijo
Se

roangela disse...

OLÁ LUCIANO, LOGICO QUE ACREDITO EM VIDA APÓS A MORTE. TAMBÉM TENHO UMA ESPERIÊNCIA RECENTE COM MEU PAI QUE HÁ 3 ANOS VIVE NO MUNDO DOS ESPIRITOS, E FOI COM ELE MINHA ESPÊRIENCIA. TAMBÉM SOU FREQUENTADORA DO FREI LUIZ, ONDE SOU VOLUNTÁRIA NA CASA DE FELIPE E MINHA FILHA DE 15 ANOS AO DESCOBRIR SUA ESPIRITUALIDADE, FAZ EVANGELIZAÇÃO NO MESMO. NOSSAS VIDAS MUDARAM APÓS FREQUENTARMOS ESSE MARAVILHOSO LAR ABENÇOADO. JÁ VI O FILME NOSSO LAR, É SIMPLISMENTE FANTÁSTICO. PARABÉNS PELA PARTICIPAÇÃO E SUCESSO.

Anônimo disse...

Assunto polêmico esse ...
Existe o alimento da alma, o alimento do corpo, e " este " que quando é realizado em comunhão entre desejo e amor; alimento o corpo e a alma juntos !
Em relação a ser pega pelos pais praticando o ato, nossa, acho que seria embaraçoso. Como já não me encontro mais em idade e situação para que esse tipo de " tragédia " aconteça, só me resta torcer para que EU NUNCA PEGUE MINHA FILHA NESSA " SITUAÇÃO " RSS .
Você, como sempre, surpreendendo ( positivamente óbvio) com seus artigos.
Sexo com ou sem amor ????

Lau

Maria de Fátima disse...

Amei^^ virei fã

LUANA disse...

Nossa q coisa mais lindaaa ... amei ... parabéns